Título:
Os Salvos Por Cristo e O Amor ao Próximo


Texto:  Lucas 10:25-37
Objetivo Específico: Despertar os ouvintes à prática das boas obras.
Tese: Os verdadeiros cristãos amam até mesmo aos que jazem à margem da sociedade.
Forma Sermônica:  Monólogo (do judeu ajudado pelo bom samaritano)

INTRODUÇÃO:

Sou um judeu comerciante que, numa de minhas viagens pela perigosa estrada de Jerusalém a Jericó fui vítima de um grupo de salteadores.
O caos social que marca o Brasil hoje deve despertar os cristãos verdadeiros a ação.  As margens da sociedade estão repletas de pessoas ansiando por auxílio, por misericórdia. 


1º)
A RELIGIOSIDADE DOS HOMENS NÃO SUPRE A PRINCIPAL NECESSIDADE

Quando estava prostrado à beira da estrada, passaram por mim um sacerdote e um levita.  Não pararam para me socorrer;  passaram de largo!  Justamente dois profissionais da religião falharam no quesito “amor ao próximo”.
Há cristãos hoje que bem se assemelham àqueles religiosos.  São insensíveis à dor e à miséria do próximo.  Podem até falar de Deus com empolgação, mas suas obras indicam que O desconhecem (“quem não ama a seu próximo não conhece a Deus”  I Jo 4:7-8).


2º) O CRISTÃO VERDADEIRO TEM COMPAIXÃO

Compaixão é o sentimento que impulsiona alguém a auxiliar um necessitado.  É a capacidade de “sentir a dor do outro”.  Meu próximo, o samaritano, sentiu a minha dor e por isso se dispôs a me socorrer com tamanha bondade.
A compaixão precisa ser maior do que o preconceito!
Creio que a Igreja de hoje tem muitos que agem conforme os discípulos do Senhor em Mc 6:30ss.  Eles tentaram se desvencilhar da responsabilidade de alimentar a multidão.  Há sempre um jeito de reacionalizar a omissão e torná-la confortável.


 
3º) O CRISTÃO VERDADEIRO INVESTE EM VIDAS

Meu próximo poderia ter simplesmente chorado por mim e partido.  Ou melhor, poderia ter derramado algumas lágrimas e orado por mim e seguido viagem.  Mas a sua compaixão fez com que agisse em meu favor.
Ser cristão é ser altruísta:  “melhor coisa é dar do que receber”.


 
CONCLUSÃO:

Há um ministério esperando por você:  auxiliar ao próximo.  Consagre sua vida ao Senhor e coloque sua capacidade à disposição dEle para investir naqueles que esperam por auxílio, que estão ao alcance da sua misericórdia.

 

Paulo Rogério Petrizi