TÍTULO:     
LOSNA E FEL, OU MEL?

Texto: Jeremias 9:12 a 15

Quem é o homem sábio, que entenda isto?  E a quem falou a boca do Senhor, para que o possa anunciar?  Porque razão pereceu a terra, e se queimou como um deserto, de sorte que ninguém passa por ela?  (13) E diz o Senhor:  Porque deixaram a minha lei, que lhes pus diante e não deram ouvidos à minha voz, nem andaram nela.  (14) antes andaram obstinadamente segundo o seu próprio coração, e após baalins, como lhes ensinaram seus pais. (15) Portanto assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel:  Eis que darei de comer losna a este povo, e lhes darei de beber água de fel.

 O Deus Eterno falou através do profeta Jeremias acerca das razões pelas quais os judeus estavam arruinados.  Como Judá chegou a tornar-se um deserto, uma terra erma, falida?  Mesmo sendo um povo que tinha uma aliança com Deus, eles colheram conseqüências terríveis!  Isto é um alerta para nós!

No verso 15 o “Deus dos Exércitos, Deus de Israel” (que privilégio ter uma aliança com este Deus!!) sentencia Judá: eles comeriam losna e beberiam fel!!!

 

No último cântico de Moisés, em Dt 32, o relato do homem de Deus acerca do cuidado do Senhor para com Seu povo mostra que o Criador não tem prazer nenhum em dar “losna e fel” para seus filhos:  (10) Achou-o numa terra deserta, e num ermo de solidão e horrendos uivos;  cercou-os de proteção;  cuidou dele, guardando-o como a menina do seu olho.  (11) Como a águia desperta o seu ninho, adeja sobre os seus filhos e, estende as suas asas, toma-os, e os leva sobre as suas asas, (12) assim só o Senhor os guiou, e não havia com ele deus estranho. (13) Ele os fez cavalgar sobre as alturas da terra, e comer os frutos do campo;  também o fez beber mel da rocha e azeite da dura pederneira, (14) coalhada das vacas e leite das ovelhas, a gordura dos cordeiros... o mais fino trigo, e o vinho...

 

Através do profeta Jeremias, o Senhor explica as razões para a derrocada os judeus.  Estas mesmas razões continuam trazendo sérias conseqüências para os crentes de hoje:

 

1o.) Deixando de dar ouvidos a Deus:  (v.13) porque deixaram a minha lei, que lhes pus diante e não deram ouvidos à minha voz, nem andaram nela.

No Salmo 19 o salmista observa que os juízos do Senhor são verdadeiros e inteiramente justos (v. 9) e que são mais desejáveis do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel que goteja dos favos (v. 10) porque por eles o teu servo é advertido; e em os guardar há grande recompensa. (v. 11).

 

2o.) Andando segundo o seu próprio coração: (v.14) antes andaram obstinadamente segundo o seu próprio coração.... Ao invés de andar segundo nosso próprio coração, a Bíblia nos recomenda a doce sabedoria de Deus: Pv 24:13 e 14 Come mel, filho meu, porque é bom, e do favo de mel, que é doce ao teu paladar.  Sabe que é assim a sabedoria (de Deus) para a tua alma;  se a achares haverá para ti recompensa; e não será malograda a tua esperança.

 

3o.) Adotando outros deuses: (v. 14) ... e após baalins, como lhes ensinaram seus pais. Cuidado com os deuses do mundo, que as pessoas adoram sem perceber.  São os ídolos, aquelas coisas que as pessoas, em atos falhos, reconhecem que “adoram”.

 

Podemos dizer com toda a segurança, parafraseando Moisés, que a família é a menina dos olhos de Deus.  Ele quer encher a dispensa das famílias de mel, não de losna e fel.  É só questão de dar ouvidos a ele, de obedecê-lo e de resistir aos outro deuses.

 

Paulo Rogério Petrizi