LIÇÃO 5  -  O CRISTÃO:  TESTEMUNHA DA RESSURREIÇÃO DE CRISTO

 

 

         A morte de Jesus Cristo e Sua posterior ressurreição dentre os mortos é a doutrina central da teologia cristã e o fato principal dos seus ensinos.  O testemunho do Novo Testamento é que a ressurreição de Jesus é o pronto decisivo da fé cristã.

 

1.  A Ressurreição de Cristo: doutrina central da Igreja 

Em I Coríntios 15 encontramos uma síntese da doutrina da ressurreição, bem como um relato das testemunhas oculares deste grandioso fato.

Leia  I Cor 15 e responda:

a)   O que aconteceria à fé cristã se Cristo não houvesse ressuscitado? (vs. 14 e 17) 

b)  Qual seria a consequência para nós, se Cristo não houvesse ressuscitado? (vs. 17 e 18)

c)   O que poderíamos dizer dos cristãos, se Cristo não houvesse ressuscitado? (v. 19)

 

Se não houvesse a certeza da ressurreição de Cristo, os crentes apelariam para as filosofias

hedonistas de vida:  “Comamos e bebamos, porque amanhã morreremos” (v. 32).  A Palavra de Deus deixa bem claro neste capítulo que o evento da ressurreição de Cristo separa o Cristianismo de outras filosofias.

 

- apóstolo Paulo também ensina a centralidade da ressurreição em outras passagens.  Em Romanos 1:3-4 declara ter sido provado que Jesus era o Filho de Deus, Cristo e Senhor mediante a Sua ressurreição.

- leia também Romanos 14:9 e anote a conseqüência da vitória de Jesus sobre a morte: 

- leia Romanos 10:9-10  e observe que a na ressurreição de Cristo é fundamental à ___________.

- a ressurreição de Cristo é para nós garantia de algo muito importante.  Leia I Co 15:20, 2 Co 4:14 e I Ts 4:14 e anote o que é isto tão importante:

 

2.   A Ressurreição de Cristo: base da pregação missionária

             Em Lucas 24, texto que narra a experiência dos discípulos que caminhavam para Emaús e que tiveram oportunidade de viajar com Jesus ressurreto, sem que percebessem isto.  Nos versos 25 e 26 encontramos Jesus enfatizando que sua morte e ressurreição era a mensagem central do Antigo Testamento!   E esta foi a base da pregação dos primeiros cristãos:  o testemunho missionário é a proclamação de que Cristo ressuscitou dentre os mortos.

             Observe as palavras que Pedro pronunciou a grande multidão, no dia do Pentecostes em Jerusalém, conforme Atos 2:22-32. Anote os pontos principais do sermão de Pedro:  ___________________________

 

             Agora leia o discurso que Paulo fez na sinagoga de Antioquía da Psídia e observe os pontos principais, conforme Atos 13:29-39:  ________________________________________________________

 

             Em Atenas, no areópago, Paulo provocou polêmica ao incluir em seu discurso um tema que para muitos gregos causava espanto.  Leia Atos 17:30-33 e anote a que o apóstolo se referiu: _______________

 

             Fica claro que crentes primitivos como os apóstolos Pedro e Paulo reconheciam que esse evento fornecia a reinvidicação central do cristianismo.  Com a ressurreição, a mensagem cristã da vida eterna está segura, e se baseia na realidade da vitória de Jesus sobre a morte.  Sem a ressurreição, a mensagem cristã é reduzida à de uma filosofia humana.

 

 3.   Enfrentando Heresias e Incredulidade

              Desde o início da Igreja nos deparamos com as tentativas de se desacreditar na doutrina da ressurreição de Cristo e na ressurreição dos salvos por Cristo.  Tanto em I Co 15:12 e 2 Tm 2:18 temos indicações de pessoas que negavam a ressurreição corpórea de Cristo.  A história tem mostrado ridículas teorias que pipocam com explicações esdrúxulas para a ressurreição.  Há, por exemplo, a “teoria do desmaio” (Cristo teria simplesmente desmaiado, e não morrido!!!);  a “teoria da alucinação” (todas as centenas de testemunhas teriam passado por alucinações coletivas!!!);  “teoria do mito” (a ressurreição seria lendária). 

             Estas e outras tentativas de negar a ressurreição de Cristo esbarram nas evidências históricas:  os testemunhos oculares dos aparecimentos de Jesus (citados nos Evangelhos e em I Co 15),  as vidas transformadas dos discípulos (há uma inegável transformação nas vidas dos discípulos de covardes/amedrontados para intrépidos pregadores a partir da ressurreição), o túmulo vazio,  a incapacidade de os líderes judeus desmentirem essas asseverações.

             Conforme Paulo escreveu em I Co 15:12-20, a ressurreição é o centro da fé e da teologia cristãs.  Esse evento é o sinal de que os ensinos de Jesus foram aprovados por Deus (At 2:22-23) e, portanto, continua a fornecer uma base para a fé cristã em nossos dias.  É a garantia da realidade da vida eterna para todos aqueles que confiam no Evangelho.

 

 4.   O Significado de Testemunhar da Ressurreição de Cristo

              Vamos refletir um pouco em I Pedro 3: 7-18.  No versículo 11 há uma pergunta que o apóstolo direciona a nós, que já sabemos que Cristo ressuscitou e que breve voltará para julgar a todos.  Leia este versículo e anote a pergunta que nos é feita: __________________________________________________

 

             Exatamente.  Saber que Cristo ressuscitou implica em grande responsabilidade para nós.  Abaixo, anote os procedimentos que devemos adotar diante da grande verdade de que Cristo ressuscitou, é Senhor e voltará para julgar a todos:

 

             1o.) _____________________________________________________________________________

             2o.) _____________________________________________________________________________

             3o.) _____________________________________________________________________________

             4o.) _____________________________________________________________________________

 

O mundo precisa saber que Jesus é Vivo.  Que Ele morreu pelos nossos pecados, mas que ressuscitou e reina.  Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração  creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. (Rm 10:9)

 

Paulo Rogério Petrizi